FAÇA AGORA A SIMULAÇÃO DO SEU PLANO EMPRESARIAL

Simulador


O que é um plano de saúde empresarial?

É um plano de saúde contratado por uma pessoa jurídica (Contrato Social, Estatuto Social, CEI e MEI) com objetivo de prestar assistência aos sócios, funcionários e prestadores de serviço pessoa jurídica da Empresa Contratante e seus respectivos dependentes (conjuge, filhos e enteados) e podendo ainda, dependendo da Operadora/Seguradora de Saúde, oferecer a inclusão de agregados (pais, sogros, irmãos e netos).

Formas de Contratação
  • Contratação Compulsória: Quando há a inclusão de todos os colaboradores da empresa, podendo, a critério da empresa contratante, a abertura para a inclusão de dependentes dos colaboradores.
    Este é o modelo de contratação que permite negociar o menor preço junto as Operadoras/Seguradoras, pois não há a seleção de risco, pois todos estão entrando no plano.
  • Contratação por Adesão: Não é obrigatória a inclusão de todos os colaboradores, podendo aderir apenas aqueles que tiverem interesse. Normalmente nesta modalidade a Empresa não arca com 100% do valor do plano, ficando o funcionário com a obrigação de pagar algum percentual descontado no seu contra-cheque.
Coberturas

Completa: assistência ambulatorial e hospitalar com obstetrícia, incluindo despesas com consultas, exames simples e especiais, terapias, tratamentos ambulatoriais e internações clínicas ou cirúrgicas, conforme Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde vigente, estabelecido pela ANS.

Hospitalar com obstetrícia: assistência hospitalar com obstetrícia, incluindo despesas com internações clínicas ou cirúrgicas, conforme Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde vigente, estabelecido pela ANS.

Acomodação (Quando internado)

Quarto coletivo (enfermaria) ou Quarto Privativo (apartamento)

Plano de Saúde Empresarial – Investimento??

Quando se fala em saúde como investimento em uma empresa, falamos claramente em medicina assistencial, seja na qualidade de assistência a doenças – com uma boa escolha de uma consultoria e operadora de saúde – seja na promoção de saúde de seus funcionários e dependentes com programas preventivos de saúde. Hoje, os empresários já têm a percepção de quanto custa essa conta, de como deve ser gerida internamente com relatórios específicos emitidos pelas operadoras de saúde e de como esses relatórios devem ser bem analisados pelas equipes de RH com o apoio total das consultorias de saúde que, até pouco tempo atrás, só atuavam como corretoras de seguros e não muito como orientadores.

Temos de entender que esse benefício será sempre o grande diferencial dentro das organizações, como fidelização de funcionários e retenção de talentos.

Lembro que o empregador pode deduzir os gastos com assistência à saúde do imposto devido. Muitas empresas classificam como custos operacionais os valores descontados, diminuindo a quantia a pagar. O governo passou a permitir, desde 1982, que as empresas declarassem como despesas operacionais no Imposto de Renda os gastos com planos de saúde de seus empregados, repassando-os, dessa forma, aos preços dos produtos.


© 2017, San Moritz Ltda.